sexta-feira, 27 de março de 2009

COMO A FALTA DE EXERCÍCIOS DIMINUI A EXPECTATIVA DE VIDA

Um dos estudos mais importantes na atualidade argumenta o fato de que a falta de atividade física tem levado muitas pessoas à morte, e não apenas a velhice. Sabemos que, quando as pessoas envelhecem, perdem massa muscular, a sua imunidade é reduzida e, por este motivo, estão mais propensas a morrer de doenças infecciosas ou câncer. O estudo mostra que, tanto homens mais velhos, quanto os mais jovens perdem proteína corporal com a mesma velocidade. A falta de proteína causa a morte. Á medida que envelhecemos, perdemos a capacidade de eliminar os germes devido à falta de massa muscular. Quando um germe penetra em nosso corpo, precisamos fabricar proteínas, mais conhecidas como anticorpos, além de células para matar esses germes. Como os anticorpos e as células são feitos de proteínas, elas são extraídas dos músculos - único lugar capaz de armazenar proteínas extras.
Caso você pratique exercícios e possua músculos avantajados, a reserva de proteína presente no mesmo poderá ser utilizada na fabricação de anticorpos e células. Com os músculos atrofiados, você carecerá de fontes de aminoácidos para fabricar proteína, e sua imunidade será insuficiente para eliminar os germes, e você conhecerá de fontes de aminoácidos para fabricar proteína. Também é importante lembrar que precisamos de anticorpos no controle das células cancerosas, por exemplo. Logo, com a perda de proteínas, conseqüentemente perdemos anticorpos, aumentando a probabilidade de desenvolvermos um câncer.
Quando os músculos esqueléticos são atrofiados, também o será o seu músculo cardíaco. Qualquer coisa que afete seu coração poderá acarretar prejuízos irreversíveis, caso esteja enfraquecido. No entanto, um coração fortalecido será capaz de enfrentar a arteriosclerose e as infecções com muito mais eficácia. Esse estudo conclui que o envelhecimento não atrofia os músculos; a falta de exercícios é que acarreta tal efeito.
Com o exercício, os músculos sofrem micro lesões e levam uma certa quantidade de tempo na recuperação. Com o envelhecimento, leva mais tempo para que essa recuperação aconteça. Assim, a maioria das pessoas sofre lesões quando envelhece, ficam prematuramente cansados ou sentem-se doloridos muito rapidamente, de forma que cada vez mais fazem menos exercícios, ou mesmo o interrompem completamente.
Uma grande vantagem nos esportes competitivos é ensinar uma pessoa a evitar lesões. Você pode permanecer se exercitando quando chegar aos 90 sem desistir ou contrair lesões, de forma a poder manter sua massa muscular, a imunidade controlada, viver uma vida mais longa e mais saudável.
Nunca é tarde para começar um programa de exercícios a fim de ganhar massa muscular.
Consulte o seu médico, porque o exercício intenso pode prejudicar pessoas com problemas cardíacos. Não se esqueça de consultar também um profissional de Educação Física para a prática de Exercícios com segurança.
Inicie os exercícios a um ritmo bem relaxado a cada dia, até que seus músculos apresentem sinais de cansaço e leve sensação de dor, então pare. Quando você conseguir se exercitar todo dia por pelo menos 20 minutos, estará pronto para começar a treinar.
Pratique o aquecimento. Inicie a uma intensidade leve por pelo menos 10 minutos. Após aquecer-se, aumente o ritmo até que seus músculos comecem a apresentar sinais de cansaço ou quando a respiração se tornar mais difícil, neste estágio, reduza a intensidade.
Alterne os períodos de exercício intenso e recuperação até que seus músculos comecem a ficar mais contraídos, e então pare. Tire uma folga no dia seguinte. A partir daí, se exercite por vários dias a um ritmo bem suave, até que seus músculos não estejam mais doloridos. Quando estiverem recuperados, você poderá intensificar o exercício novamente.
As pessoas com idade avançada, em boa parte, não devem praticar exercícios intensos mais de uma vez por semana. Caso você tenha acesso a aparelhos de musculação, peça orientação de um Profissional de Educação Física para realizá-la de 6 a 10 exercícios diferentes, e inclua-os em sua rotina de exercícios.
Francisco Castro Nunes
Especialista em Exercícios Físicos na Promoção da Saúde e Qualidade de Vida
68 8113-3850

Dr. Gabe Mirkin Originalmente publicado no Journal of the American College of
Nutrition, Abril 2003

5 comentários:

Anônimo disse...

Castro, é muito interessante este artigo. quero lhe fazer uma pergunta. estou acima do peso e queria fazer exercício, como devo começar? qual o melhor exercício pra emagrecer?
Assina Adriana.

Exercício físico é saúde - Castro Personal disse...

Olha Adriana, Primeiramente você deve Fazer uma Avaliação Física com um Profissional de Educação Física Hailitado, registrado no CREF. para saber como voce está fisicamente. Antes disso é aconselhado tambem, procurar um médico pra saber se não tens alguma patologia.
Mas se você não tem condição para isto, inicie fazendo alongamento, em seguida faça alguns movimentos com braço e perna, e depois faça uns 20 minutos de caminhada na primeira semana. é importante verificar a Frequencia Cardiaca Antes dos Exercícios e Depois. voce pode aprender neste blog nas postagens anteriores.
um Abraço
estou a disposição para servir.

Exercício físico é saúde - Castro Personal disse...

Respondendo a pergunta qual o melhor Exercício para Emagrece? Olha, o Exercício Mais indicado de um modo geral, são os Exercícios Aeróbios, Que o Organismo pode usar como fonte de Energia imediata, a Gordura localizada. mas todo Exercício pode Fazer Voce Emagrecer.
se vc quiser, posso fazer um Programa de Exercicios adequado pra você, não vou cobrar muito caro.
um abraço!

BLOG DO CARIOCA disse...

Castro, parabéns pelo artigo, o seu blog já está recomendado, quero ver o meu nessa lista!

Exercício físico é saúde - Castro Personal disse...

valeu jairo estou á disposição se precisares.